13 nov 2018 às 15:31 hs
Pedro Chaves é cotado para assumir nova agência de desenvolvimento

Senador em fim de mantado disse esta manhã que até a semana que vem define sua situação com o governador Reinaldo Azambuja

Marta Ferreira e Mayara Bueno
Pedro Chaves disse que tem conhecimento para trazer investimentos o Estado todo. (Foto: Mayara Bueno)
Pedro Chaves disse que tem conhecimento para trazer investimentos o Estado todo. (Foto: Mayara Bueno)

Cotado para compor o secretariado do governador Reinaldo Azambuja no segundo mandato, o atual senador Pedro Chaves (PRB), disse nesta manhã que sua participação vai ser fechada na próxima semana. Segundo ele, as conversas indicam o comando de um novo órgão, destinado a fomentar o desenvolvimento.

“Eu tenho conversado com o governador e ele tem aberto algumas possibilidades e eu vou aguardar a próxima semana, quando nós vamos decidir”, afirmou à reportagem nesta manhã, durante agenda com o ministro da Educação, Rossiele Soares, na escola Lúcia Martins Coelho.

“Em princípio a ideia é criar uma agência de desenvolvimento, onde eu seria o diretor, para trazer investimentos para o Estado de Mato Grosso do Sul”. O senador, em fim de mandato no Senado, comentou que em razão da atuação em Brasília, “conhece todo mundo”.

Citou como exemplo embaixadores além de grandes empresários. “Eu traria investimentos em toda parte, principalmente investimentos estrangeiros”, comentou.
Ainda nas palavras de Pedro Chaves, empresário do ramo da educação, os investimentos viriam tanto para Campo Grande quando para todos os municípios de Mato Grosso do Sul.

Educação está bem

O senador chegou a ser cotado para a pasta da Educação, mas descartou essa possibilidade. Para ele, a atual secretária, Maria Cecília Amendola, deve permanecer. “A secretaria está muito bem com ela”, definiu.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.