8 out 2018 às 05:36 hs
Odilon comemora segundo turno  e já começa a buscar apoio

Juiz aposentado disputará o governo com Reinaldo Azambuja

Por GLAUCEA VACCARI E IZABELA JORNADA

Odilon disse que pretende fazer aliança com o PT. “Vamos pedir apoio de todos os eleitores do PT, mas ainda não fechamos com nenhum partido”, disse, acrescentando que as tratativas começam amanhã.

O candidato aproveitou para dizer que defende a redução de partidos políticos e que vai votar para que as vagas para mulheres nas eleições sejam de mais de 30%, que ele considera como uma “formalidade”.

SEGUNDO TURNO

O atual mandatário, Reinaldo Azambuja (PSDB), e o juiz federal aposentado Odilon de Oliveira (PDT), voltarão a disputar a preferência dos eleitores no dia 28 de outubro.

Com 99% das urnas eletrônicas do Estado já apuradas, Azambuja somava 44,61% dos votos válidos. Odilon de Oliveira acumulava 31,67%.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Junior Mochi (MDB) tinha 11,81% dos votos, com 145.506 eleitores. Humberto Amaducci (PT) somava 9,90%, com 121.955; seguido por Marcelo Bluma (PV), com 1,29% da preferência e 15.877 votos). João Alfredo (PSOL), estava em último, com
0,63% e 7.724 eleitores.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.