28 nov 2018 às 18:19 hs
MS é o Estado com mais registros de desastres naturais neste ano

É o segundo ano de recorde consecutivo atingido por Mato Grosso do Sul no número de registros

Guilherme Henri
Governador Reinaldo Azambuja (de colete) conversando com desabrigados de Aquidauana (Foto: Aquivo/ Chico Ribeiro)
Governador Reinaldo Azambuja (de colete) conversando com desabrigados de Aquidauana (Foto: Aquivo/ Chico Ribeiro)

Mato Grosso do Sul atingiu o maior número de registros de ocorrências causadas por fenômenos climáticos ou geológicos da sua história. Dados da Defesa Civil, pelo Sistema Integrado de Informações Sobre Desastres mostra que são 355 casos de janeiro a 26 de outubro deste ano. O número também coloca o Estado como o primeiro no ranking no país.

É o segundo ano de recorde consecutivo atingido por Mato Grosso do Sul no número de registros. Em 2017, o Estado ultrapassou pela primeira vez a marca de 100 ocorrências.

Conforme divulgado pelo Governo do Estado, entre os desastres naturais registrados neste ano estão as inundações de Aquidauana, Anastácio, Miranda, Bela Vista, Bonito, Nioaque e Jardim, no início do ano; as cheias do rio Paraguai, em julho; e os vendavais em Caarapó e Bandeirantes, em setembro.

Para o coordenador estadual da Defesa Civil, tenente-coronel Fábio Catarineli, o número mostra que o sistema estadual está funcionando.

“É fruto de um trabalho que estamos fazendo de capacitação e de estímulo ao uso do Sistema Integrado de Informações Sobre Desastres, mesmo quando não será decretada situação de emergência. Com isso, teremos um histórico, para aprimorar a gestão pública e as ações de defesa civil”, disse.

Depois de Mato Grosso do Sul o Estado com o maior número de casos com ocorrências naturais é Santa Catarina (239 ocorrências) e a 3ª posição é do Paraná (180).

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.