8 jan 2019 às 05:06 hs
MEC habilita universidade e Corumbá  terá graduação em Medicina

ENSINO SUPERIOR

Autorização foi publicada no Diário Oficial da União (DOU)

Por ALINE OLIVEIRA – Correio do Estado

O Ministério da Educação (MEC), por intermédio da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres), divulgou na última semana de dezembro, portaria que habilitar o Centro de Ensino Superior de Maringá Ltda (Cesumar/Unicesumar), a instalar o curso de Medicina, no município de Corumbá.

De acordo com a portaria, a mantenedora selecionada tem o período de 21 de janeiro a 08 de fevereiro para entregar a Garantia de Execução à Secretaria. A assinatura do Termo de Compromisso, junto ao MEC, fica condicionada à entrega do documento oficial.

A instituição de ensino é reconhecida pela qualidade educacional, e, na última avaliação do MEC, obteve Índice Geral de Cursos (IGC) 4, sendo que o máximo é 5, resultado conquistado por sete anos consecutivos.

O prefeito de Corumbá, Marcelo Iunes comemora a autorização oficial, pois, chegou a ir em Brasília (DF) solicitar apoio da bancada federal sul-mato-grossense.

“A implantação do curso em Corumbá transformará o município num grande polo educacional e colocará a cidade em um novo patamar na saúde pública do país, além de proporcionar a geração de renda e recursos para a economia corumbaense”, observa.

Por sua vez, o secretário Municipal de Saúde, Rogério dos Santos Leite, afirmou que “com o curso de Medicina, o município contará com uma rede de saúde mais completa, ganhando em serviço, recursos humanos e formatação da rede, permitindo a Corumbá atingir um patamar mais alto na resolutividade e complexidade em saúde”.

Sobre a implantação do curso de Medicina no Campus do Pantanal, unidade da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul em Corumbá, na modalidade ensino público, ainda não houve evolução no projeto, que continua no Ministério da Educação, aguardando, ainda sem previsão, Portaria de autorização.

*Com informações da Assessoria de Imprensa

 

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.