12 jun 2018 às 09:30 hs
Gerente da seleção egípcia não garante Salah na estreia:
Edição de Notícias,

O Egito ainda não sabe se contará com Mohamed Salah na estreia da Copa do Mundo, sexta-feira, contra o Uruguai, em Ecaterimburgo. O atacante vem treinando com o restante da equipe, mas segue em recuperação de uma lesão no ombro sofrida na final da Liga dos Campeões, no fim de maio. Nesta segunda, o gerente da seleção egípcia, Ihab Leheta, afirmou que o jogador tem se emepnhado para estar liberado pelo departamento médico o quanto antes. No entanto, a esclação do atleta do Liverpool no jogo de sábado ainda é um mistério.

  • Estamos pensando sobre isso dia a dia. Estamos analisando o caso cuidadosamente desde que ele se machucou na final da Liga dos Campeões. Vamos ver. Ele provavelmente será examinado pelo médico mais uma vez, mas você o viu treinando e correndo nos últimos dias. Todos os dias ele tem trabalhado bem na academia. Estamos esperançosos, porque ele tem dado o seu melhor a cada dia, mas não podemos garantir se ele estará ou não na estreia. O Salah está empolgado para jogar Mundial e esperamos que ele realize esse sonho – disse Leheta.

Além da lesão do seu principal jogador, o Egito tem lidado com outro problema antes da estreia na Copa do Mundo da Rússia. Como o país está no mês do Ramadã, período no qual muçulmanos realizam jejum, alguns atletas têm realizado uma alimentação especial, com refeições apenas no período entre o por e o nascer do sol.

  • Estamos cuidando da parte nutricional dos nossos atletas desde março. Confiamos no trabalho dos nossos nutricionistas, para que nossos jogadores rendam o máximo mesmo em período de Ramadã. Deixamos os jogadores livres para fazer jejum ou não. Não posso revelar quantos jogadores estão fazendo jejum. Isso é uma coisa muito pessoal – disse o gerente.

Ausente em Copas do Mundo desde 1990, o Egito tem procurado minimizar a ansiedade para o retorno à maior competição do planeta. Segundo Leheta, a seleção egípcia está preparada para enfrentar muitas dificuldades na Rússia.

  • Realmente nenhum desses jogadores jogou uma Copa do Mundo antes. São 28 anos sem participar de um Mundial. Não vai ser fácil enfrentar seleções mais experientes. O que posso dizer é que tecnicamente nosso time irá dar o melhor.- Temos grandes ambições nessa Copa. O que esperamos é que cada um dê o seu melhor aqui. Chegar à segunda fase já seria bom, mas temos ambições maiores – destacou.

Sobre o duelo contra o Uruguai, de Suárez e Cavani, o gerente egípcio afirmou que a sua equipe está preparada para surpreender.

  • Não tem time fraco nessa Copa do Mundo. Todos chegaram aqui por méritos. Não podemos nos enganar, pois sabemos que o Uruguai é mais forte. Eles têm um grande time e sabem jogar partidas como essa. Vai ser um jogo difícil, não só pela nossa ausência nos últimos seis Mundiais, como pela força deles. Mas vamos dar o nosso melhor – finalizou.
ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.