10 out 2018 às 12:57 hs
Final da Copa do Brasil: tudo o que você precisa saber sobre Cruzeiro x Corinthians

Por Diogo Finelli, Guilherme Frossard e Guilherme Macedo — de Belo Horizonte


 — Foto: InfoEsporte
— Foto: InfoEsporte

A final da Copa do Brasil deste ano coloca frente a frente o atual campeão da competição, o Cruzeiro, e o último campeão brasileiro, o Corinthians. É como se fosse uma espécie de “Recopa”, como acontece anualmente com os campeões da Taça Libertadores e da Copa Sul-Americana da temporada anterior. O primeiro duelo entre as equipes acontece nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Mineirão, em Belo Horizonte. Além do troféu, outras coisas estão em jogo para Raposa e Timão. Algumas para os dois lados, outras específicas para cada clube.

A Copa do Brasil deste ano é a única chance que Cruzeiro e Corinthians têm de conquistar um título nacional em 2018, uma vez que ambos estão muito distantes do atual líder do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras, que tem 56 pontos.

A equipe mineira teve o jogo da 28ª rodada, contra o Ceará, no Mineirão, adiado para o dia 24, por causa do duelo com o Boca Juniors, pela Libertadores. Assim, a Raposa, que tem 37 pontos, tem 33 pontos para disputar no Brasileirão, mas já usa um time alternativo há várias rodadas, e tem na competição apenas uma chance para estar no G-6 e disputar novamente a Libertadores no ano que vem. O sexto colocado, neste momento, é o Atlético-MG, que tem 45 pontos em 28 jogos. Já o Corinthians já atuou pela 28ª rodada, soma 35 pontos e tem situação semelhante à do Cruzeiro na competição por pontos corridos.

Cruzeiro chegou à final deste ano após eliminar o Palmeiras nas semifinais — Foto: Agência i7/ Mineirão
Cruzeiro chegou à final deste ano após eliminar o Palmeiras nas semifinais — Foto: Agência i7/ Mineirão

Além de conquistar um título nacional em 2018, o campeão da Copa do Brasil está de olho na premiação milionária que vai ser paga nesta temporada. Quem ficar com o troféu vai receber R$ 50 milhões (contra R$ 20 do vice-campeão). Isso sem contar o valor que Cruzeiro e Corinthians já receberam nas fases anteriores.

Como disputaram a Libertadores este ano, os dois times entraram na Copa do Brasil nas oitavas de final, e cada um faturou até aqui R$ 11,9 milhões (R$ 2,2 milhões nas oitavas, R$ 3 milhões nas quartas e R$ 6,5 milhões na semifinal). O prêmio total pago ao campeão é de R$ 61,9 milhões, com o vice recebendo R$ 31,9 milhões. Vale lembrar que, no ano passado, quando foi campeão, o Cruzeiro, que não disputou a Libertadores e participou de todas as fases da Copa do Brasil, recebeu R$ 6 milhões por ter batido o Flamengo, nos pênaltis, na decisão, e um prêmio total acumulado de aproximadamente R$ 13 milhões.

Titúlo nacional, cofre cheio e passaporte carimbado para a Libertadores do ano que vem. A Copa do Brasil ainda vai significar, para o campeão, o retorno à principal competição sul-americana no ano que vem. Isso porque, como já dito, Cruzeiro e Corinthians já não brigam pelo título do Campeonato Brasileiro, e a presença no G-6 do Brasileirão parece bastante difícil para ambos. O vice-campeão da Copa do Brasil vai ter que administrar os efeitos da derrota e se apegar à corrida ao G-6 da competição de pontos corridos se quiser disputar a Libertadores em 2019.

Corinthians se garantiu na decisão ao passar pelo Flamengo na semifinal — Foto: Marcos Ribolli/GloboEsporte.com
Corinthians se garantiu na decisão ao passar pelo Flamengo na semifinal — Foto: Marcos Ribolli/GloboEsporte.com

Tudo o que foi colocado até aqui está em jogo para quem for campeão da Copa do Brasil deste ano, independentemente se for Cruzeiro ou Corinthians. No entanto, cada clube ainda tem um feito específico caso consiga ficar com o troféu.

Pelo lado do Cruzeiro, o título deste ano representaria ao clube o feito de ser, de forma isolada, o maior campeão da história da Copa do Brasil, já que se tornaria o primeiro hexacampeão (ganhou em 1993, 1996, 2000, 2003 e 2017). Atualmente, o clube mineiro divide o posto de maior ganhador da competição com o Grêmio, com cinco conquistas cada. Além disso, a Raposa passaria a ser a única equipe a vencer o troféu em dois anos consecutivos. O Grêmio, campeão em, 1994, teve a chance no ano seguinte, mas perdeu a decisão para o Corinthians.

Já no Corinthians, a conquista da Copa do Brasil pode coroar uma das gerações mais vitoriosas do clube, mas que ainda não conseguiu vencer a competição que o Timão faturou nos anos de 1995, 2002 e 2009. Geração liderada por alguns jogadores como Cássio, que foi contratado em 2012 e acumula oito títulos pelo Corinthians, incluindo Libertadores (2012), Mundial de Clubes (2012) e dois Brasileiros (2015 e 2017). A Copa do Brasil e a Copa Sul-Americana são os únicos troféus que o goleiro não levantou pelo Corinthians. Ralf, Danilo e Emerson Sheik também buscam a marca.

Tempo real: no GloboEsporte.com, a partir das 19h45 (de Brasília)

Transmissão: TV Globo (com Luis Roberto, Caio Ribeiro, Bob Faria e Paulo César Oliveira) e SporTV (com Milton Leite, Mauricio Noriega e Muricy Ramalho)

Escalações prováveis — Foto: InfografiaEscalações prováveis — Foto: Infografia

Escalações prováveis — Foto: Infografia

Cruzeiro – Técnico: Mano Menezes

O Cruzeiro terá dois desfalques para a partida. O mais importante é Arrascaeta, que foi convocado para amistosos da seleção uruguaia e pode ficar fora inclusive do compromisso de volta da final. Normalmente, Mano Menezes opta por colocar Rafinha em caso de ausência do camisa 10, mas David e Rafael Sobis também surgem como alternativas. Outro que está fora é Sassá. Ele foi expulso após o fim do segundo jogo da semifinal, contra o Palmeiras, por acertar um soco no rosto de Mayke. O camisa 99 era cotado para assumir a titularidade exatamente na decisão da Copa do Brasil, mas, estando fora, Barcos deve seguir entre os 11 iniciais.

Quem tá fora: Arrascaeta (com a seleção uruguaia) e Sassá (suspenso).

Pendurados: Edilson, Egídio e Raniel.

Provável Cruzeiro para enfrentar o Corinthians na final da Copa do Brasil — Foto: GloboEsporte.com

Provável Cruzeiro para enfrentar o Corinthians na final da Copa do Brasil — Foto: GloboEsporte.com

Corinthians – Técnico: Jair Ventura

O grande reforço do Corinthians para a partida é Fagner. Fora nos últimos dois jogos para tratar de uma fibrose na coxa esquerda, o lateral-direito participou dos últimos dois treinos e será titular. Sua presença na equipe permitirá que o volante Gabriel volte à sua posição de origem, no meio-campo. Ele deve formar dupla com Ralf, já que Douglas tem de cumprir suspensão automática pelo acúmulo de cartões amarelos. A formação indica um time bastante atento à defesa.

Quem tá fora: Douglas (suspenso), Renê Júnior (lesão no joelho esquerdo) e Paulo Roberto (inflamação na coxa esquerda)

Pendurado: ninguém

Provável escalação do Corinthians contra o Cruzeiro — Foto: GloboEsporte.com
Provável escalação do Corinthians contra o Cruzeiro — Foto: GloboEsporte.com

Anderson Daronco (Fifa-RS) é quem vai apitar o primeiro jogo da final, auxiliado por Alessandro Álvaro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Fabricio Vilarinho da Silva (Fifa-GO). Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO) será o árbitro de vídeo.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.