6 mar 2019 às 16:04 hs
Dos 52 socorridos em coma alcoólico na Esplanada, 40 eram adolescentes

O número integra a Operação Carnaval realizada pela Guarda Municipal de 2 a 5 de março

Viviane Oliveira
Um dos atendimentos feito pela Cruz Vermelha na noite de terça-feira, na Esplanada Ferroviária (Foto: Kísie Ainoã)

Um dos atendimentos feito pela Cruz Vermelha na noite de terça-feira, na Esplanada Ferroviária (Foto: Kísie Ainoã)

Imagem de drone mostra multidão em uma das noite de folia na Esplanada Ferroviária (Foto: divulgação/Guarda Municipal)

Imagem de drone mostra multidão em uma das noite de folia na Esplanada Ferroviária (Foto: divulgação/Guarda Municipal)

Nas cinco noites de Carnaval, 40 dos 52 foliões atendidos pela Cruz Vermelha em coma alcoólico eram adolescentes com menos de 18 anos. Os atendimentos foram feitos no entorno da Esplanada Ferroviária, onde ocorreram os desfiles de blocos e cordões. O número integra a Operação Carnaval realizada pela Guarda Municipal de 2 a 5 de março, em Campo Grande.

Em todos os casos de embriaguez envolvendo menores de idade, os pais foram chamados pelo Samu, responsável pelo socorro, e podem responder por negligência.

Conforme o balanço divulgado nesta manhã, de 75 pessoas abordadas, seis foram presas, sendo duas em fragrante por dirigir sob efeito de álcool, uma por tráfico de drogas, uma por dano ao patrimônio, duas por se envolverem em briga e uma por pichar o Hotel Gaspar.

Segundo estimativa da Guarda Municipal, 170 mil foliões passaram pela Esplanada Ferroviária e pela Praça do Papa nos cinco dias de evento. No total, a operação contou com 430 homens da Guarda, 36 viaturas, um ônibus e um drone.

No domingo (3), sem medo algum da polícia, Gabriel Fortunato de Araújo se pendurou numa janela e pichou a lateral do Hotel Gaspar durante festa de Carnaval entre a Avenida Mato Grosso e Rua Calógeras. A “audácia” do rapaz foi filmada por foliões e ainda postada em rede social. Ele foi preso em flagrante por equipe da Guarda e levado à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.