19 out 2018 às 16:47 hs
Partilha tua Fé

Partilha tua Fé

PALAVRA – Marcos 10:35-4535E aproximaram-se dele Tiago e João, filhos de Zebedeu, dizendo: Mestre, queremos que nos faças o que te pedirmos. 36E ele lhes disse: Que quereis que vos faça?
37E eles lhe disseram: Concede-nos que na tua glória nos assentemos, um à tua direita, e outro à tua esquerda. 38Mas Jesus lhes disse: Não sabeis o que pedis; podeis vós beber o cálice que eu bebo, e ser batizados com o batismo com que eu sou batizado? 39E eles lhe disseram: Podemos. Jesus, porém, disse-lhes: Em verdade, vós bebereis o cálice que eu beber, e sereis batizados com o batismo com que eu sou batizado; 40Mas, o assentar-se à minha direita, ou à minha esquerda, não me pertence a mim concedê-lo, mas isso é para aqueles a quem está reservado. 41E os dez, tendo ouvido isto, começaram a indignar-se contra Tiago e João. 42Mas Jesus, chamando-os a si, disse-lhes: Sabeis que os que julgam ser príncipes dos gentios, deles se assenhoreiam, e os seus grandes usam de autoridade sobre eles; 43Mas entre vós não será assim; antes, qualquer que entre vós quiser ser grande, será vosso serviçal; 44E qualquer que dentre vós quiser ser o primeiro, será servo de todos. 45Porque o Filho do homem também não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos.

MENSAGEM- A Igreja convida nesse mês missionário a sensibilizar, despertar vocações missionárias e Realizar a Coleta no Dia Mundial das Missões, nesse terceiro domingo de outubro, com o Tema “Enviados para testemunhar o Evangelho da paz” e o Lema: “Vós sois todos irmãos” (Mt 23,8),

No Evangelho, Jesus educa para a Missão os seus apóstolos, ainda impregnados pelos falsos conceitos de grandeza da época. (Mc 10,35-45) Jesus continua sua caminhada para Jerusalém e, na sua catequese, faz o 3º Anúncio da Paixão. Dois discípulos íntimos de Jesus lhe fazem uma pergunta estranha: “Mestre, faça que nos sentemos um à tua direita e outro à tua esquerda, na tua glória”. Os demais Apóstolos reagem indignados, pois todos eles tinham as mesmas pretensões. A resposta de Jesus foi taxativa: “Não sabeis o que pedis…” A procura dos primeiros lugares pelos dois irmãos, e a indignação dos outros dez apóstolos revelam muito bem a mentalidade dos discípulos, que alimentavam sonhos pessoais de grandeza, de ambição e de poder. Jesus convida os discípulos a não se deixarem levar por sonhos de ambição, de grandeza, de poder e domínio, mas a fazerem de sua vida um dom de amor e de “serviço”. E Jesus apresenta seu exemplo:

“O Filho do homem não veio para ser servido, mas para SERVIR e dar a sua vida em resgate de muitos”.

Mensagem do Papa: (Resumo) O Papa Francisco, lembrando o Sínodo sobre os jovens, convida: “Juntamente com os jovens, levemos o Evangelho a todos”. A fé cristã permanece sempre jovem, quando se abre à missão que Cristo nos confia. “A missão revigora a fé”. A vida é uma missão Todo o homem e mulher é uma missão… Ser atraídos e ser enviados são os dois movimentos que o nosso coração, sobretudo quando é jovem, sente como forças interiores do amor que prometem futuro e impelem a nossa existência para a frente. Anunciamo-vos Jesus Cristo A Igreja, ao anunciar aquilo que gratuitamente recebeu, pode partilhar convosco o caminho e a verdade que conduzem ao sentido do viver nesta terra. Jesus Cristo, morto e ressuscitado por nós, oferece-Se à nossa liberdade e desafia-a a procurar, descobrir e anunciar este sentido verdadeiro e pleno. Não tenhais medo de Cristo e da sua Igreja! Neles, está o tesouro que enche a vida de alegria. Transmitir a fé até aos últimos confins da terra Pelo Batismo, também vós, jovens, sois membros vivos da Igreja e, juntos, temos a missão de levar o Evangelho a todos… Crescer na graça da fé, que nos foi transmitida pelos sacramentos da Igreja, integra-nos num fluxo de gerações de testemunhas, onde a sabedoria daqueles que têm experiência se torna testemunho e encorajamento para quem se abre ao futuro. E, por sua vez, a novidade dos jovens torna-se apoio e esperança para aqueles que estão próximo da meta do seu caminho. Por isso, esta transmissão da fé, coração da missão da Igreja, verifica-se através do «contágio» do amor, onde a alegria e o entusiasmo expressam o sentido reencontrado e a plenitude da vida. A propagação da fé por atração requer corações abertos, dilatados pelo amor. A periferia mais desolada da humanidade carente de Cristo é a indiferença à fé ou mesmo o ódio contra a plenitude divina da vida. Hoje para vós, os últimos confins da terra são muito relativos e sempre facilmente «navegáveis». O mundo digital, as redes sociais, que nos envolvem e entrecruzam, diluem fronteiras, reduzem as diferenças… Todavia, sem o dom que inclua as nossas vidas, poderemos ter miríades de contatos, mas nunca estaremos imersos numa verdadeira comunhão de vida. Testemunhar o amor Muitos jovens encontram, no voluntariado missionário, uma forma para servir os “mais pequenos”, promovendo a dignidade humana e testemunhando a alegria de amar e ser cristão. As orações e as ajudas materiais ajudam a Santa Sé a garantir que, quantos recebem ajuda para as suas necessidades, possam, por sua vez, ser capazes de dar testemunho no próprio ambiente.

Pe, Antônio Geraldo Dalla Costa -21.10.2018

Domingo 21de outubro

Concentração diocesana do Apostolado da Oração, em Pedro Gomes.

20 e 21 de outubro Coleta Campanha Missionária

Ação “Entre amigos” para o seminário Diocesano.

No dia 08 de dezembro, será sorteado um carro (FIAT MOBI). As cartelas podem ser procuradas em todas as paróquias. Colaborem com as vocações!

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.