Pombo-correio foi dos EUA à Austrália mas será morto por violar quarentena
  • No Banner to display

  • celular

Correio do Pantanal

14 jan 2021 às 10:12 hs
Pombo-correio foi dos EUA à Austrália mas será morto por violar quarentena

Autoridades australianas temem as doenças que pode trazer e que pode passar para as aves locais.

O pombo-correio Joe.
O pombo-correio Joe.© DR/Twitter/NickMcCallum7

DN/AFP14 Janeiro 2021 

Um pombo-correio, que se acredita ter viajado quase 15 mil quilómetros desde os EUA até à Austrália, representa uma dor de cabeça para as autoridades australianas por ter evadido as regras de quarentena. E, apesar da sua fama, deverá ser eutanasiado.

Kevin Chelli-Bird descobriu o pombo cansado, e anilhado, no seu quintal, em Melbourne, a 26 de dezembro. E conseguiu encontrar o seu dono, no Alabama, que lhe disse que ele desapareceu durante uma corrida no final de outubro, nos EUA.

“A única coisa que podemos pensar é que, na corrida, foi empurrado para fora do caminho e virou para o oceano, acabando por aterrar num barco e apanhar uma boleia”, disse ao jornal Herald Sun, dizendo que apelidou o pombo de “Joe”, em homenagem ao presidente eleito Joe Biden. “Talvez ele estivesse farto de [Donald] Trump e decidiu fugir”, acrescentou Chelli-Bird, que apesar de o seu último nome se traduzir por “pássaro” ou “ave”, não percebe nada destes animais.

Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.SUBSCREVERhttps://platform.twitter.com/embed/index.html?creatorScreenName=Di%C3%A1rio%20de%20Not%C3%ADcias&dnt=false&embedId=twitter-widget-0&frame=false&hideCard=false&hideThread=true&id=1349156867570765825&lang=en&origin=https%3A%2F%2Fwww.dn.pt%2Finternacional%2Fpombo-correio-foi-dos-eua-a-australia-mas-sera-morto-por-violar-quarentena-13229882.html&siteScreenName=Di%C3%A1rio%20de%20Not%C3%ADcias&theme=light&widgetsVersion=ed20a2b%3A1601588405575&width=550px

A viagem épica do pombo-correio lançou os media locais num frenesim, mas quando a notícia chegou às autoridades, a ave tornou-se num fugitivo, por ter saltado as regras de entrada no país.

“Como não foi legalmente preparado para importação, o estatuto de saúde desta ave e de outros que tenha estado em contacto na sua origem e antes da sua chegada a Austrália é desconhecido“, disse uma porta-voz do Departamento da Agricultura num comunicado.

“Representa um risco de biossegurança direto para as aves australianas e para a nossa avicultura”, acrescentou. Terá que ser abatido humanamente se veio dos EUA sem passar pela quarentena, segundo o departamento.

A fama que ganhou nos media dificilmente salvará Joe. As autoridades australianas ameaçaram eutanasiar os cães do ator Johnny Depp e da então mulher Amber Heard, depois de eles não terem declarado os animais nos papéis de imigração. O casal salvou os Yorkshire Terrier voando rapidamente para fora do país.

“Eles dizem que se é da América, então estão preocupados com as doenças. Querem saber se eu consigo ajudá-los. Eu disse: ‘para ser honesto, não o consigo apanhar’. Chego a meio metro e ele foge”, disse Celli-Bird citado pela AP, indicando que só o conseguiu apanhar inicialmente porque ele estava frágil. As autoridades estão a considerar contratar um profissional para apanhar a ave.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: