Agredida por 5 horas e sem conseguir escapar de casa, mulher pega faca e mata marido em MS, diz polícia
  • No Banner to display

  • celular

Correio do Pantanal

15 fev 2021 às 18:21 hs
Agredida por 5 horas e sem conseguir escapar de casa, mulher pega faca e mata marido em MS, diz polícia

Mulher disse que foi “enforcada várias vezes” e sempre que tentava fugir “era agarrada e levada de volta pra casa”. Ela estava com hematomas e foi levada para delegacia, onde foi instaurado o inquérito de homicídio.

Por Graziela Rezende, G1 MS

15/02/2021 13h20  Atualizado há 5 horas


Caso foi registrado na delegacia de Polícia Civil — Foto: Reprodução/TV Morena

Caso foi registrado na delegacia de Polícia Civil — Foto: Reprodução/TV Morena

Uma mulher de 49 anos matou o marido, de 52, com um golpe de faca, em Corumbá, a 414 km de Campo Grande, nesta segunda-feira (15). Ao ser presa, ela mostrou hematomas pelo corpo e disse que estava sendo agredida há cinco horas. Sem conseguir escapar, pegou o objeto e feriu o companheiro.

A Polícia Militar (PM) foi acionada pelo 190. Quando chegou na rua Theodomiro Serra, viu que uma equipe do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) já atendia a vítima, identificada como Javier Arce Ricaldes. Em seguida, o óbito foi constatado.

No depoimento, a mulher contou que as agressões, por parte do companheiro, começaram por volta das 20h (de MS) desse domingo (14). Além disso, ela disse que foi “enforcada várias vezes” e sempre que tentava fugir “era agarrada e levada de volta pra casa”.

Durante a última fuga, a mulher disse que pegou a faca e deu um golpe no marido. Ambos caíram do lado de fora da casa. Ainda conforme o boletim de ocorrência, a irmã a mulher chegou neste momento, presenciou a cena e acionou socorro.

A mulher reclamou de dores no corpo foi levada para delegacia, onde houve a instauração do inquérito de homicídio.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: