Criança mexicana morre ao passar a fronteira para os Estados Unidos

Correio do Pantanal

27 mar 2021 às 16:32 hs
Criança mexicana morre ao passar a fronteira para os Estados Unidos
Os fluxos migratórios aumentaram em março, com uma média de 5000 chegadas por dia
Os fluxos migratórios aumentaram em março, com uma média de 5000 chegadas por diaFoto: REUTERS/Loren Elliott

Uma criança mexicana morreu esta sexta-feira quando tentava entrar nos Estados Unidos, atravessando o rio Grande, disseram as autoridades norte-americanas.

A morte ocorreu no mesmo dia em que duas delegações parlamentares se dirigiram à fronteira para observar as condições nas instalações de acolhimento dos jovens migrantes que chegaram em número recorde.

Os agentes intervieram para resgatar três pessoas encontradas inconscientes numa ilha no meio do rio, uma cidadã guatemalteca e o seu filho mexicano de três anos, bem como uma criança mexicana de nove anos. Estes migrantes conseguiram sobreviver.

O menino de nove anos, cujos laços com a mulher não foram especificados, foi declarado morto pela equipa médica.

Essa tragédia ocorre no momento em que os Estados Unidos enfrentam um aumento acentuado nas chegadas à fronteira: mais de 100 mil migrantes irregulares foram presos em fevereiro na fronteira sul, incluindo quase 20 mil com laços familiares entre si e 10 mil menores desacompanhados.

Os fluxos migratórios aumentaram em março, com uma média de 5000 chegadas por dia, das quais apenas metade eram adultos solteiros, disse à AFP um oficial da guarda de fronteira, sob anonimato.

As regras de saúde promulgadas no início da pandemia permitem que os Estados Unidos rejeitem imediatamente todos os adultos isolados, bem como as suas famílias.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.