Covid mata em 24 horas mesma quantidade de pessoas que a dengue

Correio do Pantanal

18 mar 2021 às 22:20 hs
Covid mata em 24 horas mesma quantidade de pessoas que a dengue

Os números são da SES (Secretaria de Estado de Saúde) 

 18/03/2021 – 07h00

Campo Grande

Hospital Regional de Campo Grande (Foto: Divulgação)

Mato Grosso do Sul registrou na quarta-feira (17) o recorde de mortes causadas pela Covid-19 desde o início da pandemia. Foram 42 óbitos confirmados nas últimas 24 horas, a mesma quantidade de vidas perdidas para a dengue em todo o ano de 2020.

Os números da SES (Secretaria de Estado de Saúde) confirmam a letalidade da Covid-19 quando comparada à doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, que, historicamente, tem grande incidência em Mato Grosso do Sul.

Só neste ano, de 1° de janeiro a 17 de março, a dengue vitimou três pessoas em todo o Estado. No mesmo período, a doença causada pelo coronavírus tirou a vida de 1.327 sul-mato-grossenses. Na comparação, uma enfermidade matou 44 mil vezes mais que a outra.

Desde que a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou pandemia de Covid-19 em todo o planeta, em 11 de março do ano passado, 3.709 sul-mato-grossenses não resistiram à infecção pelo novo coronavírus e faleceram.

Em pouco mais de um ano do surgimento, a Covid-19 matou quase três mil por cento a mais do que a dengue em oito – de 2013 a 2020, a doença viral tropical matou 124 pessoas em Mato Grosso do Sul.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.