MS deve saber nesta quarta-feira quantas vacinas receberá no quinto lote do Ministério da Saúde
  • No Banner to display

  • celular

Correio do Pantanal

17 fev 2021 às 15:24 hs
MS deve saber nesta quarta-feira quantas vacinas receberá no quinto lote do Ministério da Saúde

Secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, disse que a expectativa pela chegada de nova remessa de imunizantes é grande.

Por G1 MS

17/02/2021 12h13  Atualizado há 4 horas


Secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende — Foto: Reprodução/Redes Sociaishttps://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

O secretário estadual de Saúde de Mato Grosso do Sul, Geraldo Resende, disse nesta quarta-feira (17) que existe uma grande expectativa em relação a chegada de novas doses de vacina contra a Covid-19 ao estado.

Revelou que nesta tarde deverá ocorrer uma reunião do fórum de governadores com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para discutir justamente esse assunto.

Enquanto aguarda a confirmação da quantidade de novas doses que o estado receberá neste quinto lote, o secretário fez um balanço da campanha de imunização.

Ressaltou que entre a população indígena o percentual de vacinação chega a 61% da meta de vacinar 90% da comunidade indígena.

Ele pediu aos municípios que ainda têm doses, que acelerem a imunização, inclusive, com a aplicação da segunda dose as pessoas que já receberam a primeira do imunizante.

Alertou que o estado precisa de vacinas o mais rápido possível e lembrou que os imunizantes além de evitar o surgimento de novos casos também provocam a redução de internações, de mortes e uma recuperação mais precoce da economia do estado

Além disso, comentou que a vacinação evita também uma maior circulação do vírus, reduzindo a possibilidade de que ele sofra novas mutações, como a descoberta no Amazonas, e que já foi detectada em dez estados.

Resende alertou que enquanto a vacina não está disponível para todos é preciso manter as medidas de prevenção à doença.

Avaliou que a Covid está em um quadro de certa estabilidade em um patamar elevado no estado, com a média nas últimas semanas oscilando entre 4.500 a 5.000 mil casos novos por semana.

Nesta quarta, com os 574 registros disse que a média móvel nos últimos 7 dias está em 659,4 por dia.

Em relação as mortes, com mais 6 confirmadas, a média móvel dos últimos 7 dias é de 13,9 por dia.

O secretário, por outro lado, comemorou o aumento do número de pessoas recuperadas da doença, que chegou a 161.611, o que representa 93,7% do total de infectados

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: