Ministério confirma compra de mais 54 milhões de doses da CoronaVac
  • No Banner to display

  • celular

Correio do Pantanal

29 jan 2021 às 20:46 hs
Ministério confirma compra de mais 54 milhões de doses da CoronaVac

NOTICIAS AO MINUTO

© .

O Ministério da Saúde confirmou nesta sexta-feira (29) a opção de compra de mais 54 milhões de doses da vacina contra a covid-19 CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac.

Em vídeo divulgado pela assessoria do ministério, o secretário executivo da pasta, Élcio Franco, comunicou o posicionamento e declarou que haverá esforços para agilizar o registro definitivo do imunizante.

“Estamos solicitando o cronograma à Fundação Butantan para podermos celebrar o contrato já na semana que vem. E também solicitando a antecipação do registro junto à Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária] para iniciarmos a vacinação em massa da população brasileira”, disse.

No contrato entre o ministério e o Instituto Butantan, por meio de sua fundação, a pasta havia adquirido um lote inicial de 46 milhões, com possibilidade de compra das mais 54 milhões de doses, totalizando 100 milhões ainda neste ano.

O ministério teria até maio para comunicar a opção de compra, mas nos últimos dias, o Instituto Butantan oficiou o ministério solicitando que o posicionamento fosse dado logo de modo a permitir um melhor planejamento da fabricação de imunizantes pelo órgão.https://platform.twitter.com/embed/index.html?dnt=false&embedId=twitter-widget-0&frame=false&hideCard=false&hideThread=false&id=1355276364312506368&lang=pt&origin=https%3A%2F%2Fwww.noticiasaominuto.com.br%2Fultima-hora%2F1772816%2Fministerio-confirma-compra-de-mais-54-milhoes-de-doses-da-coronavac&siteScreenName=noticiaaominutobr&theme=light&widgetsVersion=ed20a2b%3A1601588405575&width=550px

O secretário-executivo do @minsaude, Elcio Franco, confirmou a aquisição de mais 54 milhões de doses da vacina contra a Covid-19. A distribuição para os estados será definida na próxima semana. Saiba mais em https://t.co/Ct4v67X31I pic.twitter.com/n8fOD3kBoy— Ministério da Saúde (@minsaude) January 29, 2021

Com informação: Agência Brasil

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: