MS recebe mais 32 mil doses de vacina contra a Covid-19
  • No Banner to display

  • celular

Correio do Pantanal

7 fev 2021 às 22:04 hs
MS recebe mais 32 mil doses de vacina contra a Covid-19

As doses que chegaram neste domingo (7) integram o quarto lote de imunizantes destinados ao Mato Grosso do Sul. Segundo a secretaria estadual de Saúde (SES), o estado já recebeu 222 mil vacinas do Ministério da Saúde.

Por José Câmara, G1 MS

07/02/2021 17h54  Atualizado há 5 horas


Mato Grosso do Sul recebe mais 32 mil doses de vacina contra a Covid-19 — Foto: Governo do estado

Mato Grosso do Sul recebe mais 32 mil doses de vacina contra a Covid-19 — Foto: Governo do estadohttps://07cff0313a252c0494ba538e99712a42.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

Mato Grosso do Sul recebeu mais 32 mil doses do imunizante contra a Covid-19. As vacinas chegaram neste domingo (7), por volta das 14h30 no aeroporto internacional de Campo Grande.

As doses que chegaram neste domingo (7) compõe o quarto lote de vacinas destinadas ao Mato Grosso do Sul. Ao todo, segundo a secretaria estadual de Saúde (SES), o estado chega ao número de 222 mil doses destinadas pelo ministério da Saúde.

A nova remessa com doses do imunizante CoronaVac, produzidas pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, chegou em voo comercial e já foi encaminhada para SES, sob escolta da polícia Federal, onde vai ficar armazenada.

A pretensão da secretaria é de que as novas doses sejam distribuídas aos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, a partir das 5h da manhã da segunda-feira (08).

O novo lote tem como grupo prioritário os idosos acima de 80 anos e profissionais de saúde. O secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, garantiu que o reforço na imunização é prioridade do governo estadual.

“É mais um reforço para imunização para cuidarmos da nossa população. Nós estamos preparados para fazer a distribuição das doses na mesma velocidade das outras remessas e assim contribuir para imunização, que nesta fase estão os idosos e profissionais de saúde”, disse Resende.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: