Com alta taxa de vacinação contra a covid-19, Israel pode receber a Eurocopa

Correio do Pantanal

17 fev 2021 às 15:48 hs
Com alta taxa de vacinação contra a covid-19, Israel pode receber a Eurocopa

NOTICIAS AO MINUTO

© REUTERS / Ammar Awad (Foto de arquivo) 

Apesar de todas as medidas adotadas para que o futebol possa continuar em meio a pandemia, o novo coronavírus não dá trégua e continua assolando o mundo. Assim, a Uefa é uma das entidades que segue quebrando a cabeça para manter o calendário. A disputa da Eurocopa, maior competição de seleções do continente, que acabou sendo adiada no ano passado por conta da covid-19, ainda gera dúvidas.

A Uefa planeja o torneio com várias sedes, mas o avanço da doença e das restrições dos países europeus podem obrigar a uma mudança de planos. Pensando nisso, Israel se ofereceu para receber os jogos da Eurocopa neste ano e também as fases finais da Liga dos Campeões e da Liga Europa. Estas duas últimas competições tiveram Portugal e Alemanha, respectivamente, como sedes únicas na última temporada.

Enquanto outros países da Europa estão com um ritmo lento na vacinação, em Israel avança nessa questão de forma importante. Até agora o país já vacinou, com pelo menos a primeira dose, mais de 3,8 milhões de seus 9 milhões de habitantes. A expectativa é que todo o processo de imunização seja concluído até junho.

Assim, Israel poderia receber a fase final da Eurocopa, que está programada entre os dias 11 de junho e 11 de julho. No momento, a Uefa programa jogos para 12 cidades pelo continente: Bilbao (Espanha), Londres (Inglaterra), Dublin (Irlanda), Glasgow (Escócia), Amsterdã (Holanda), Copenhague (Dinamarca), Munique (Alemanha), Roma (Itália), Budapeste (Hungria), Bucareste (Romênia), São Petersburgo (Rússia) e Baku (Azerbaijão).

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.