7 ago 2018 às 15:32 hs
Temer diz que quem for eleito presidente ‘vai ter que continuar com as reformas’

‘Não pode haver nada que modifique aquilo que começamos’, disse o presidente no Congresso da Fenabrave em SP.

Por Tahiane Stochero, G1 SP, São Paulo

Temer diz que quem for eleito presidente 'vai ter que continuar com as reformas'

Temer diz que quem for eleito presidente ‘vai ter que continuar com as reformas’

O presidente da República, Michel Temer, afirmou nesta terça-feira (7) em São Paulo que muitos falam em temor sobre o que pode acontecer no Brasil após as eleições. Segundo ele, o sucessor que assumir a Presidência da República terá que continuar as reformas que ele iniciou.

“Não vamos nos impressionar com o momento eleitoral. Todo mundo fala: ‘o que pode acontecer’. Nós fincamos estacas, pilares que nenhum governante que venha vai conseguir mudar. Ao contrário, vai ter que continuar com as reformas que nós começamos e não pudemos concluir”, disse Temer.

“Não pode acontecer nada que modifique aquilo que começamos, vai ter que continuar o que começamos”, defendeu o presidente, afirmando que as eleições são um “momento legítimo da democracia”.

O presidente Michel Temer discursa na abertura do Congresso Fenabrave em São Paulo (Foto: TV Globo/Reprodução)

O presidente Michel Temer discursa na abertura do Congresso Fenabrave em São Paulo (Foto: TV Globo/Reprodução)

“Não podemos jogar brasileiros contra brasileiros. Neste momento (eleitoral) há divergências, há contradição. Mas caminhemos logo depois da eleição para o momento político-administrativo em que todos devem unir-se, inclusive a oposição, para o bem comum”, salientou.

Temer esteve em São Paulo para a abertura da 28° edição da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), acompanhado dos ministros da Agricultura e Pecuária, Blairo Maggi, e da Indústria, Comércio exterior e serviços, Marcos Jorge, além do da capital, Bruno Covas.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.