Nome de Alysson Paolinelli, agrônomo brasileiro, é aceito em Nobel da Paz 2021
  • No Banner to display

  • celular

Correio do Pantanal

26 jan 2021 às 23:47 hs
Nome de Alysson Paolinelli, agrônomo brasileiro, é aceito em Nobel da Paz 2021
Foram 119 cartas de 24 países sustentando o nome do brasileiro como merecedor do reconhecimento global
26/01/2021 16:40 – Thais Libni – Correio do Estado



O nome de Alysson Paolinelli foi aceito pelo comitê do Nobel da Paz 2021. Prêmio mundialmente conhecido, é concedido pelo Parlamento da Noruega. 

O brasileiro agrônomo de 84 anos, teve sua aceitação na última sexta-feira (22). Conhecido por suas contribuições para métodos de produção alimentícia sustentável, pecuária e lavouras na agricultura tropical, o agrônomo se tornou referência dentro e fora do país. 

O documento de apresentação de Paolinelli foi subscrito com 119 cartas de recomendação de 24 países, entre eles Estados Unidos, Argentina, Costa Rica, entre outros, incluindo o Brasil.

Durante a manhã desta terça (26), o comitê brasileiro que técnica na confecção do documento com a propositura do nome de Paolinelli, cordenado pela Esalq / USP.  

Últimas notícias

Roberto Rodrigues, coordenador do Centro de Agronegócio na Escola de Economia de São Paulo, da Fundação Getúlio Vargas, esclareceu detalhes importantes do processo realizado até o momento e das ações que ainda serão realizadas para a conquista do prêmio. 

“Ainda temos um longo trabalho. Estamos formando um grupo de comunicação que vai atuar na Noruega para mostrar e reforçar a importância do Paolinelli ”, pontuou.  

Durante o ano ações para apresentar o trabalho do brasileiro negociado para lideranças do agronegócio, com intuito de fortalecer a imagem do agrônomo.  

De acordo com Rodrigues, serão realizados seminários, reuniões com lideranças norueguesas, um site de informações já está ativo e também está previsto para o lançamento de um livro.  

Durante uma reunião em que o agrônomo participou, ele reafirmou a importância de pesquisas para a produção de alimentos sustentáveis. “Foram os levantadores de pesquisadores e produtores que fizeram a agricultura tropical”, afirma ele. 

“E ainda tem muito a contribuir com a integração da lavoura com a pecuária, em produzir alimento sustentável para o mundo”, diz Paolinelli.  

Processo

Como indicações de nomes ocorrerá até dia 31 de janeiro. A partir daí, divulgado até abril / maio, cinco membros indicados pelo comitê têm a tarefa de uma pré-seleção de nomes, que se encerra no mês de setembro.  

Em outubro, o nome é indicado e a premiação pública ocorre em 10 de dezembro, data da fundação da academia norueguesa que concede o prêmio. 

Brasileiros como Carlos Chagas, Cesar Lattes, Orlando Villas Boas e Herbert de Souza (Betinho) já concorreram até a etapa final do prêmio, mas o País ainda não tem nenhum nome na lista de Nobel.  

No ano passado, o ganhador do Nobel da Paz foi concedido ao Programa Mundial de Alimentos, da ONU. A atitude do comitê representa uma exceção, já que o prêmio é destinado a pessoas.

Assine o Correio do Estado

spinner-noticia
Nome de Alysson Paolinelli, agrônomo brasileiro, é aceito em Nobel da Paz 2021 – Divulgação
ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: