Iphan autoriza estudos de impacto da Nova Ferroeste em sítios arqueológicos de MS
  • No Banner to display

  • celular

Correio do Pantanal

17 fev 2021 às 15:48 hs
Iphan autoriza estudos de impacto da Nova Ferroeste em sítios arqueológicos de MS

Publicação destalha que autorizações não correspondem à manifestação conclusiva do Iphan para fins de obtenção de licença ambiental

Guilherme Cavalcante Em 08h15 – 17/02/2021

Foto: Divulgação | Governo de MS

O Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) expediu autorização a arqueólogos para que sigam com estudos sobre implantação e/ou readequação de ferrovia no trecho entre Maracaju e Paranaguá (Estrada de Ferro Paraná Oeste).

A equipe, coordenada pela arqueóloga Lilia Benevides Guedes e que tem José Eduardo Abrahão como arqueólogo de campo, avalia o potencial de impacto ao Patrimônio Arqueológico na implantação da ferrovia, chamada de Nova Ferroeste, cujo processo de licitação segue em curso.

projeto do Corredor Oeste de Exportação, Nova Ferroeste, tem extensão estimada de 1.370 km e abrange a construção de novos trechos e a criação de um corredor ferroviário de exportação ligando o polo produtor de grãos do MS e oeste do Paraná (PR) ao porto de Paranaguá (PR).

A iniciativa atende ao objetivo de ampliar a malha ferroviária nacional, de modo a atender ao transporte de cargas voltado à exportação e promover maior participação desse modal na matriz de transportes, o que favorece a competitividade de nossa economia e a segurança do transporte de mercadorias.

Vale lembrar que, em janeiro deste ano, o processo de licenciamento avançou mais uma etapa, com a autorização do diagnóstico ambiental emitido pelo Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) – chamado Abio. A expectativa é que licitação para contratação da empresa executora de obras saia até o fim do ano.

Iphan autoriza estudos de impacto da Nova Ferroeste em sítios arqueológicos de MS

Mais notícias

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: