Austin Tice está preso há nove anos na Síria e EUA exigem a sua libertação
  • piramide

Correio do Pantanal

12 ago 2021 às 07:03 hs
Austin Tice está preso há nove anos na Síria e EUA exigem a sua libertação

O secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, exigiu a libertação do jornalista Austin Tice, capturado há nove anos na Síria, a propósito do seu 40.º aniversário, que completa esta quarta-feira.

Num comunicado, Blinken sublinhou que os EUA creem que está dentro do poder do Presidente sírio, Bashar al-Assad, libertar o jornalista “freelancer” e ex-fuzileiro naval. “Deve ser permitido a Austin Tice regressar a casa, para os seus entes queridos que lhe sentem muito a falta e para o seu país, que o espera ansiosamente”, disse o chefe da diplomacia norte-americana.

Blinken recordou que esta semana se completam nove anos da captura de Tice num posto de controlo próximo de Damasco, depois de ter viajado para o país árabe para informar sobre o conflito sírio.

O jornalista “freelancer” viajou para a Síria em março de 2012 para cobrir o conflito e, alguns meses mais tarde, em agosto, desapareceu precisamente quando planeava sair do país através da fronteira com o Líbano.

O secretário de Estado acrescentou que está “pessoalmente empenhado” em trazer para casa todos os reféns norte-americanos e presos de forma injusta no estrangeiro.

No caso de Tice, sublinhou que o enviado especial presidencial para Assuntos dos Reféns, Roger Carstens, e uma equipa maior estão a trabalhar “24 sobre 24 horas” para a libertação do repórter.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.