A entrevista de Meghan e Harry a Oprah ‘é uma forma de vingança’, diz comentarista real

Correio do Pantanal

7 mar 2021 às 22:27 hs
A entrevista de Meghan e Harry a Oprah ‘é uma forma de vingança’, diz comentarista real

Desde que a falecida princesa Diana apareceu na televisão para compartilhar detalhes íntimos de seu casamento fracassado com o pai de Harry, o príncipe Charles, uma entrevista com membros da família real não atraiu tanta atenção

Foto: Joe Pugliese
O príncipe britânico Harry e Meghan, duquesa de Sussex, são entrevistados por Oprah WinfreyCredit…Foto: Joe Pugliese

Por Jornal do Brasil

Uma aguardada entrevista de Oprah Winfrey com o príncipe Harry e sua mulher Meghan vai ao ar na televisão americana neste domingo, em meio ao que um observador real chamou de uma atmosfera “tóxica” entre o casal e a monarquia britânica.

Desde que a falecida princesa Diana apareceu na televisão para compartilhar detalhes íntimos de seu casamento fracassado com o pai de Harry, o príncipe Charles, uma entrevista com membros da família real não atraiu tanta atenção.

Tendo rompido seus laços reais oficiais, o duque e a duquesa de Sussex explicarão por que abandonaram a Grã-Bretanha para se mudar para a Califórnia e começar uma nova vida.

“Estou pronta para conversar”, disse Meghan, uma ex-atriz americana, a Winfrey em um trecho exibido na estação americana CBS na sexta-feira, dizendo que foi “libertador” poder dar a entrevista.

Os detratores de Meghan e Harry dizem que o casal quer o glamour de suas posições sem a dedicação que isso requer ou o escrutínio que isso traz.https://88495631202e2a3596d22f74bf4f5a50.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

Para seus apoiadores, seu tratamento mostra como uma instituição britânica desatualizada atacou uma mulher birracial moderna, com nuances de racismo.

Em outro extrato divulgado antes da transmissão, Meghan acusa o Palácio de Buckingham de “perpetuar falsidades” sobre eles, dizendo que não ficariam em silêncio ao contar sua história.

Uma fonte próxima a Harry e Meghan disse que eles gostariam de ter uma palavra a dizer ao iniciar um novo capítulo – mudar para casa com um bebê no caminho depois de encerrar os deveres reais e depois de um processo judicial bem-sucedido contra um tabloide.

‘VINGANÇA’

Alguns especialistas disseram que a entrevista pode prejudicar a família real, assim como a separação entre Charles e Diana.https://88495631202e2a3596d22f74bf4f5a50.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

“A entrevista é uma forma de vingança”, disse o comentarista real Richard Fitzwilliams à Reuters. “A ligação na mente das pessoas só pode ser os constantes ataques uns aos outros por Charles e Diana, que foram tão prejudiciais para a monarquia na década de 1990”.

Desde seu casamento em maio de 2018, que teve toda a pompa de uma tradicional ocasião real britânica com uma pitada de poeira estelar de Hollywood, Harry e Meghan se tornaram celebridades globais.

Mas eles protestaram contra a intrusão da mídia, travando batalhas legais com fotógrafos e jornais, incluindo um caso de privacidade contra o Mail on Sunday, que publicou trechos de uma carta que Meghan escreveu para seu pai distante.

Atritos dentro da Casa de Windsor também apareceram, com Harry admitindo que havia se desentendido com o irmão mais velho, o Príncipe William.

A decisão de fazer a entrevista com Oprah Winfrey, gravada há cerca de duas semanas, já atraiu críticas, em parte porque vai ao ar enquanto o avô de Harry, o príncipe Philip, marido da rainha, está hospitalizado.https://88495631202e2a3596d22f74bf4f5a50.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.htmlhttps://88495631202e2a3596d22f74bf4f5a50.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

Ele foi submetido a um procedimento para uma doença cardíaca pré-existente na quarta-feira.

Também houve acusações de intimidação contra Meghan, que apareceram pela primeira vez no jornal “The Times”. Ele disse que um assessor sênior apresentou uma reclamação em outubro de 2018 de uma equipe, alegando que Meghan havia reduzido alguns de seus assistentes às lágrimas e tratado outros tão mal que eles desistiram.

O Palácio de Buckingham, que não fez comentários sobre a entrevista, disse que investigaria as denúncias, dizendo que estava “muito preocupado”.

Em resposta ao relatório, uma porta-voz de Meghan disse que ela estava “triste com este último ataque a sua pessoa, especialmente como alguém que foi alvo de bullying.”

Fitzwilliams disse que a mudança do Palácio parecia ser um “ataque preventivo” antes da entrevista.

No mesmo dia da transmissão, os membros da família da Rainha Elizabeth entregarão uma mensagem televisionada do Dia da Comunidade, dizendo como as comunidades se uniram durante a pandemia covid-19.https://88495631202e2a3596d22f74bf4f5a50.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.htmlhttps://88495631202e2a3596d22f74bf4f5a50.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

A entrevista com Oprah está marcada para ser transmitida na Grã-Bretanha na segunda-feira, bem como em muitos outros países ao redor do mundo.

“Não vejo entusiasmo neste nível por uma história relacionada à realeza desde os casamentos – os casamentos reais de Meghan e Harry e William e Kate”, disse Michelle Tauber, editora sênior da revista norte-americana “People”. (com Agência Reuters)

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: