16 maio 2018 às 10:46 hs
Mãe procura adolescente desaparecida há mais de um mês em Coxim
Coxim Agora,
Foto: Arquivo Pessoal

A vendedora A.C.F. de 62 anos procurou o Conselho Tutelar de Coxim na manhã desta terça-feira (15) para informar o desaparecimento de sua filha Mayara Mesquita Bezerra, de 16 anos, que não aparece em casa desde o dia 20 do mês passado.

A mãe da adolescente informou ao Coxim Agora que a última vez que falou com a filha foi no dia 02 deste mês por telefone, onde Mayara contou que estava tudo bem, mas durante a ligação desconversou e acabou contando que estava sendo ameaçada, além disso, disse que estava naquela situação para proteger sua família.

No final da ligação, a jovem pediu para que a mãe cuidasse de seus filhos, um menino de 3 anos e um bebê de um ano, depois desligou o telefone dizendo “me perdoa por tudo o que eu te fiz, cuida bem dos meus filhos”.

A vendedora ainda tinha esperanças de que a filha aparecesse no último domingo (13) Dia das Mães, pois a adolescente nunca havia ficado tanto tempo sem ver a mãe.

Ciente de que a filha é usuária de drogas e também é já foi usada por traficantes para comercializar drogas em Coxim, a mãe tem medo de que a jovem possa estar sendo usada novamente para cometer crimes maiores não se sabe onde.

“A” que ganha a vida como vendedora de trufas, contou que está muito triste com sumiço de Mayara e que nas últimas noites vem sonhando com a filha pedindo socorro, por isso decidiu pedir ajudar do Conselho Tutelar, “apesar de morar com o marido, ela vinha todos os dias em minha casa, mas após ela sumir, fui informada que minha filha estava viajando, estou achando estranho porque ela sempre pede fotos dos filhos e agora desapareceu”, explicou emocionada a mãe.

Quem souber informações sobre o paradeiro de Mayara pode entrar em contato através do telefone de plantão do Conselho Tutelar  (67) 9.9963-1056.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.