12 abr 2018 às 06:48 hs
Mulher com quatro amantes afirma ser exemplo para todas as mulheres

Homens com idades entre os 40 e 75 afirmam que existe relação de companheirismo entre eles.

Mary Crumpton tem uma relação com três homens e é casada Facebook 3022 0 Mary Crumpton, de 43 anos, tem um marido, um noivo e dois namorados. A britânica afirma que o seu estilo de vida deveria ser adotado em todos os casamentos e os homens da relação apoiam a declaração uma vez que acreditam que a partilha da parceira cria uma relação de companheirismo. A mulher conheceu o marido, Tim, de 43 anos, após se divorciar do primeiro marido. Dois anos mais tarde, conheceu o noivo John através de uns amigos e afirma que decidiu partilhar com Tim o sentimento que estava a criar por John e que a reação do marido não podia ter sido melhor. “O Tim reagiu super bem. Eu disse que tinha conhecido um homem e que gostava dele. Ele respondeu que isso era ótimo e que gostava de conhecer esse homem”, contou Mary ao jornal The Sun. Em 2015, Mary iniciou a relação com o namorado de 63, Michael, e um ano depois decidiu que “também nutria sentimentos por James, um homem elegante de 73 anos”. A britânica afirma que não existe um sentimento de ciúmes entre os elementos da relação e que todos os homens mantêm uma relação cordial e de amizade. A mulher descobriu a poligamia aos 29 anos e foi inspirada por uma mulher que conheceu durante uma festa. Mary afirma que cada um dos homens tem uma personalidade diferente e que não conseguiria declarar de quem gosta mais. “Tal como uma mãe não consegue dizer de que filho gosta mais, eu também não consigo”, declarou. Cada noite da semana está atribuída a uma saída com um dos amantes e é raro dormir na mesma cama durante todos os dias da semana. A família aprendeu a aceitar o estilo de vida de Mary, mas a mulher confessa que ouve vários comentários negativos quando fala sobre o seu casamento peculiar.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.