11 jan 2018 às 10:43 hs
Encontrada sem calcinha foi estuprada e morta com pedrada na cabeça

MIDIAMAX

O autor pelo assassinato de Elizete Nogueira de Souza, de 44 anos, já foi detido pela polícia da cidade de Amambai, a 342 quilômetros de Campo Grande. Ele admitiu o crime, mas disse não se lembrar de muitos detalhes já que estaria sob efeito de entorpecentes.

O delegado que cuida do caso Mikail Alessandro Gouveia de Faria disse que o autor, de 32 anos, foi autuado por homicídio, deve ser ouvido ainda nesta quinta-feira (11), e sua prisão preventiva será pedida pelo delegado.

Informações repassadas pelo delegado são de que Elizete fazia parte de um grupo usuário de drogas, em uma residência de um dos integrantes do grupo. Nesta quarta (10) testemunhas afirmaram terem visto a vítima e o autor discutindo em frente à casa.

O autor teria tentado manter relações sexuais com Elizete, que negou, sendo que ele a estuprou e a agrediu com uma pedrada na cabeça, causando afundamento de crânio da mulher, que foi socorrida sem as roupas de baixo e levada para o hospital da cidade com vários ferimentos.

Na delegacia, em primeiro momento, o homem admitiu ter cometido o estupro e ter agredido Elizete, mas não tinha conhecimento de que ela tinha morrido depois das agressões sofridas.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.